Simulação da ONU: comentário

Já pensaste como os países resolvem conflitos e problemas internacionais? O projeto da Simulação da ONU visa dar-te essa resposta em uma experiência em primeira mão, em que tu representas um dos países tendo que resolver a crise da melhor forma possível. Tendo sempre em consideração os objetivos do teu país. 

Participar numa Simulação da ONU, ao representar os ideais do país e não os teus, força-te a defender algo que não necessariamente concordas. Treina-se a retórica vivenciando diferentes opiniões, conhecendo melhor outros pontos de vista e facilitando colocar-se no lugar do outro no futuro.  Melhora ainda o teu conhecimento e compreensão do assunto e os diferentes pontos de vista deste.

Além disto, descobres como funciona a ONU, os procedimentos e documentos e a dificuldade em resolver crises internacionais que lhe dá o conhecimento para analisar os acontecimentos na vida real.

A terceira simulação da Secção de Defesa dos Direitos Humanos foi realizada em outubro de 2019 com caráter interno, isto é, os participantes eram membros do staff do projeto para melhor familiarizá-los com o novo modelo de MUNs (Modelo the United Nations) e proporcionar uma melhor experiência para os participantes em simulações futuras.

As simulações acontecem todos semestres com temas relacionados aos direitos humanos. A título de exemplo, temas anteriores foram: A crise na Venezuela e a crise imigratória. 

Se queres descobrir mais sobre a resolução de crises internacionais, posicionamento de países, o tema da simulação e gostas de um bom debate participa na próxima Simulação da ONU da SDDH da AAC, estamos à tua espera!. 

Publicado por SDDH/AAC

A SDDH/AAC é uma das dezasseis secções culturais da Associação Académica de Coimbra. Fundada em 1997 encontrou-se, desde logo, na causa da sensibilização e promoção dos direitos humanos junto da comunidade académica, mas não só. Desde o início, o seu objetivo principal foi o da denúncia das diversas violações de Direitos Humanos, através da informação, formação e educação de todas as temáticas relacionadas com estes, tendo como público-alvo o estudante universitário de Coimbra. Neste sentido, a SDDH/AAC realiza projetos “para os estudantes e pelos estudantes” tentando chegar cada vez mais perto dos seus pares, incentivando um espírito crítico, atento e ativo perante as problemáticas que ocupam a atualidade no âmbito dos direitos humanos. Desenvolvem-se projetos com formatos diversificados, procurando corresponder às várias recetividades encontradas no meio académico. Ao mesmo tempo, a SDDH/AAC procura desenvolver parcerias com instituições e entidades da cidade de Coimbra com missão semelhante de forma a contribuir para a sensibilização, educação e formação a nível local e nacional. A Secção tem uma presença ativa nas redes sociais, característica que se advinha essencial na pretensão de chegar aos estudantes e de promover o ativismo junto da juventude. A equipa é constituída por estudantes das mais variadas áreas, desde as ciências sociais às ciências da saúde, passando pelas ciências exatas. O trabalho é desenvolvido em equipa no sentido de promover o desenvolvimento de soft skills e o profissionalismo. Todos os sócios contribuem de forma voluntária nos projetos do seu interesse, permitindo que todos possam propor, coordenar e participar em causas que lhes sejam próximas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: